quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

E o carnaval acabou


No mesmo esquema de 2007, eu e Bady mudamos para a casa dos meus pais no carnaval. Moro numa região próxima ao circuito Barra-Ondina, e isso nos deixa sem condições de ficarmos em casa.

Esquema punk porque vinha em casa todos os dias, dava um suporte para Beto e voltava para casa dos meus pais. Fazer isso nessa confusão do carnaval é um stress! O consolo é que passa rápido! Estamos de volta!! Dormir em casa, com a família toda reunida, não tem preço!

Bady está cada dia mais engraçada. Estou curtindo pacas ver o amadurecimento físico e psicológico dela. Vou relatar brevemente alguns acontecimentos recentes:

  • Durante as atividades do clubinho de férias, Bady se interessou por atividades novas. Entre elas, rasgar revista e colar. Sexta-feira, ela sentou na mesinha dela na casa dos meus pais e começou as atividades de colagem. Dessa vez, não quis rasgar as páginas das revistas em pedaços pequenos. Pediu-me para rasgar as páginas e começou a colá-las umas sobre as outras numa folha de papel pardo. Escolhia o lado para ficar visível, virava a página, passava cola e colava. Essa atividade era feita num ar de concentração absurda! Bem, o desperdício de cola também era um absurdo! Lá pelas tantas, ela começa a chorar. Eu estava lendo, virei logo para socorrer quando percebo a razão do choro: a cola tinha acabado! Nunca vi um choro tão sentido!! Um lamento verdadeiro entremeado pela frase "vai passar, vai passar, mamãe!". Mamãe, psicóloga (que sina!!), vai logo explicando e exemplificando (sabe o suquinho?) que tudo tem fim...Nada que o colinho de mãe não acalme! Ah, prometer mais um vidro de cola também funciona!
  • Um dos presentes de aniversário da Bady foi uma bicicleta. O velocípede dela é bem vagabundinho, comprado com o propósito de treino. Como ela já estava pedalando, ficamos entre comprar um velocípede/triciclo ou uma bicicleta. Depois de refletir, decidimos comprar uma bicicleta aro 12 também barata para testar aptidão e gosto. Depois de 1 mês, Bady finalmente se interessou pela bicicleta. Começou pedalar a magrela há mais ou menos 2 semanas e já virou exímia ciclista!! Como andar normalmente já perdeu a graça, desde sábado que só quer andar em pé!
  • Ontem, estávamos passeando e vimos um menino no colo de uma mulher, que para Bady é a mãe (lógico). Aí, ela me diz: "menino te amo mamãe. mamãe também te amo menino. Bady te amo mamãe, te amo papai, te amo vovó, te amo vovô...". Que lindo!!
Depois de um dia de reencontros com brinquedos, com os vídeos preferidos do youtube e com o pai (que estava praticamente sem ver desde 6a-feira), minha pequena dorme como um anjo na nossa super king size!

Foto: O pai (camiseta amarela; Beto) trabalhando enquanto o povo se "acaba".

1 Comment:

- Felipe Linhares - said...

.

Pelo que tôlendo, Bady tem uma veia artística beeem apurada. Me lembrou bastante uma menina que estudoucomigo no colegial e é uma das minhas melhores amigas atualmente. Durante as aulas de matemática ela prestava atenção na matéria, sem escrever absolutamente nada e fazendo desenhos, dobraduras, colagens. resultado: as melhores notas eram as dela.
.
Bady tá caminhando pra isso, hein!
Música, colagens... Sei não. Vem mais uma artista na família.
.
Beijão!

.