sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Rapidinhas

Entramos na fase do desfralde. Haja pano de chão e calcinha! Já estamos no 5º dia da rotina matinal: xixi e cocô no vaso. Lógico que tem "xau, totô!".

********

Bady está na fase de repetir tudo que a gente diz. Sexta, ela ficou repetindo a minha narração da rotina do dia: vamos na casa de vovó; depois, vamos passear com ela...Depois da conversa, ela sai saltando a amarelinha emborrachada e afirmando "Bady fala tuuuudo!.

********

Uma do carnaval: entramos numa delicatessen e estava tocando Daniela Mercury. Bady anda uma paixão só pela "Dani"...segue nosso diálogo:

Eu: Bady é a Daniela quem está cantando.
Bady: Daniela, vovó.
(Outra música)
Bady: Daniela, mamãe?
Eu: Não, agora é Ivete.
Bady: Ivete, vovó.
(Outra música)
Bady: Ivete, mamãe?
Eu: Não, agora é Claudinha
(Analisando)
Bady: Parece Ivete!

Até tu, Brutus??!!!

********

No passeio de sábado, perto da hora de virmos embora, eu iniciei nossa contagem. Para quem não sabe, eu sempre encerro uma atividade avisando "Eu vou contar até x. Quando eu acabar, nós vamos embora", por exemplo. Dependendo da atividade, da pressa e da importância, a contagem varia de 3 a 10 (um critério bem subjetivo, mas, garanto, bastante compreensivo).
Bady, como sempre, já incorporou esse procedimento.

Voltando ao sábado....combinamos que eu iria contar até 10 e iríamos embora. Ela estava brincando naqueles módulos de plástico com várias escadas, escorregadores, tunéis, etc. O percurso dela era subir uma escada atravessar toda extensão do brinquedo e escorregar num escorregador curvo. Quando eu cheguei no "6", ela começou a subir e descer escadas. Deu na cara que queria me enrolar!! Esperta até não querer mais! Mas, mantive minha palavra, sinalizei que tinha percebido a esperteza e continuei a contagem. Quando eu disse "10", sem dramas, ela diz: "Xau, binquedo!".

********

Hoje teve consulta pediátrica. Como sempre, tudo 100%. Bady, com quem eu vinha conversando há uns dias sobre a consulta, foi extremamente colaborativa, nem abaixador de língua precisou usar!

A pediatra me convenceu a cortar o leitinho da noite e da madrugada. Ela, assim como Beto e minha mãe, insistem que isso era um hábito e não uma necessidade. Eu até pensei em fazer isso progressivamente, mas, numa das nossas conversas, ela concordou em não tomar mais leite. Pensei que era algo da boca para fora, afinal uma criança de 2 anos nem sempre consegue calcular as conseqüências desses acordos.

Hora de dormir: banho + escovação dos dentes + oração + emabalo e musiquinha. Não pediu o leite!

********
- Bady anda um pouco.
- Não, estou cansada.
- Cansada de quê?
- De peguiça.

********

- Bady não faça isso, você vai se machucar.
- Mamãe, vá lava a louça.




3 Comments:

cefrin76 said...

Amiga, passei para ver como vcs estavam. Linda a Bady!

Aqui em casa a "pleguiça" bate de vez em quando na Belinha (e na mamãe também). hahaha

Beijos,
Sabrina

- Felipe Linhares - said...

.

"- Bady não faça isso, você vai se machucar.
- Mamãe, vá lava a louça."

.

Parece cena desses seriados de comédia! Huahauhauahuahuaaa.
.
Beijão!

.

Camila said...

hauuauhahuauauhuauh

a bady é muitoo espertaa!
uma comédia o vá lava a louça!
uauhahuauhahuahuahu
riii muitoo!
imagino a cenaa!!

as crianças sempre nos surpreendem com uma dessas... adoroo!!

beijaao dally e bady! xD