quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Nasce uma baterista

Hoje fomos assistir a Charanga no seu primeiro ensaio aberto na loja 3º Tom. Quase nunca saímos com Bady a noite porque os horários e os programas são incompatíveis com o estilo de vida dela (dorme cedo, acorda cedo, e ainda está aquém de muitos limites de censura). Mas, dessa vez, fomos todos.

O ensaio está acontecendo na frente da loja de instrumentos musicais 3º Tom, que fica na área de um posto próximo ao Clube Espanhol. Lugarzinho pequeno, mas bem bacana. Eu, pelo menos, adoro esses espaços alternativos porque me lembram muito meu tempo de carioca! Escutar Léo Gandelman em frente ao MAM, no Aterro do Flamengo; Victor Biglione no Fashion Mall; Djavan na Praia de Botafogo...estou velha e saudosista!

Meio cabreira com a altura do som, levamos Bady para curtir a noitada. Eu, como guia musical, lhe apresentei todos os instrumentos. Ela ficou muito curiosa com o pé do baterista batendo o bumbo.

Enquanto a banda tocava, ficamos por ali caminhando, dançando, correndo...No fim, Bady resolveu entrar na loja. Mexeu nas guitarras e violões, seus velhos conhecidos. Olhou umas revistas, e teve sua atenção chamada pela filha do dono, mais ou menos 10 anos, tocando a bateria. Ficou perto, olhando, toda curiosa. Depois de um tempo, a mãe da menina sugeriu que ela desse as baquetas para Bady brincar um pouco. Baquetas, suas velhas conhecidas também, apresentadas pelo tio . Estavam todos ali achando engraçadinho aquela menininha de quase 2 anos querendo tocar bateria. Ela, segura de si, nem aí para os olhares curiosos, pega as baquetas, se posiciona em frente à caixa, coloca seu pezinho do pedal no bumbo, e quebra tudo!! Tá-tá-tá-tá-tum, tá-tá-tá-tá-tum! A firmeza e a cadência deixou a platéia de queixo caído!!

Papai com olhos marejados. Mamãe feliz porque tudo indica que ela está salva...o groove dela é outro!!

P.S.:
1. Um recadinho para o tio : não basta babar também!! Prepare-se para cumprir sua promessa: bateria de presente no dia 17 de dezembro!

2. Quem duvida, pode perguntar para Lucas Occilupo (baterista da Charanga e da Jammil e Uma Noites)

5 Comments:

héber sales said...

demorou pra abalar! dia 17, bady bate o tambô dela. e nois colado. prepara a viola, djô! vamos vê se a gente toca o coco beat. beeeijos coisas linda q eu amo!

- Felipe Linhares - said...

.

Eu ainda não sou "velho", mas adoro esses lugares alternativos também. Aqui em BH tem uns que sempre tem um cara tocando MPB e coisas do gênero. Me amarro. Vou com uma turma de amigos, ficamos curtindo o som, tomando cerveja e jogando conversa fora.

Eita que a musicalidade de Bady está no sangue!

Beijão em vocês!

.

Ana Paula said...

Concordo com Felipe ai de cima. Esta' no sangue...rs. Beijos mil para vcs!

paola said...

Bady tem a musica de herança neh!
o pai otimo no jammil, gosto muito!
a pequenina tem a quem puxar!
ahhh! barzinhos, sao sempre bom! musica lenta, bons amigos e boas conversas!
vi fotus da bady no seu orkut, realmente lindaa!!!
tenu uma priminha assim... dois aninhos tbm, ela me encanta tdo dia... os melhores domingos sao quando ela vem aqui pra casa e vai me acordar... "bom dia paolaaa, acordaaa... te amoo"
me derreto por criançaaa!
a bady vai gostar de ler isso tdo qd crescer! parabens!!!! bjim, fica com Deus!

Kenia said...

Lindissima arrasando desde cedo. Essa familia dá uma banda e tanto!! Bjo